Fato Nº 21

Alexander Mantashev foi um dos mais ricos magnatas do petróleo do mundo e um dos principais filantropos armênios do início do século XX

Alexander Mantashev (“russificado” de Mantashyan ou Mantashyants) nasceu em 1842 em Tiflis – hoje Tbilisi, capital da Geórgia – que foi um importante centro para a cultura, sociedade, política e comércio armênio durante a virada do século XX. Passou seus primeiros anos em Tabriz, no norte da Pérsia (Irã), trabalhando na empresa têxtil de seu pai. Seguido por um período significativo em Manchester, Inglaterra, a cidade que era centro global do comércio de algodão, com envolvimento principalmente da diáspora armênia.

Mantashev continuou a trabalhar na empresa da família ao retornar à Tabriz em 1872, mas começou a diversificar seus interesses empresariais após a morte de seu pai em 1887. Tiflis serviu de base, seguida de Baku – hoje capital do Azerbaijão – dos campos de petróleo que produziam metade da oferta mundial por volta de 1900. Mantashev competiu de encontro aos gostos dos irmãos Nobel, o Rotschilds, e da família Rockefeller, acumulando uma grande fortuna que o deixou entre os mais ricos dos primeiros anos do século XX.

No entanto, seu trabalho filantrópico que lhe deu fama duradoura, especialmente nos círculos armênios. Além de suas doações à Igrejas Armênias em geral, as igrejas armênias de Manchester e Paris foram construídas devido as suas contribuições, esta última resultando em uma Légion d’honneur do presidente francês. Mantashev também foi um grande financiador da educação, fundando escolas de comércio, escolas especiais para órfãos e cegos, bem como apoiando os estudos na Europa da maneira de Komitas Vartabed e Alexander Khatisian, para citar apenas dois colaboradores profundamente significativos para a história e cultura armênia. Além disso, Mantashev era conhecido por ser pessoalmente humilde.

Alexander Mantashev morreu em 1911 em São Petersburgo. Seu corpo foi trazido para Tiflis para o enterro. A Revolução Russa, alguns anos depois, resultou no confisco dos negócios e da fortuna de Mantashev; a família fugiu para o exterior. A igreja e o cemitério onde foi enterrado Mantashev foram destruídos durante a era soviética. Ele é lembrado hoje principalmente na Armênia e Geórgia como um dos armênios mais influentes do Cáucaso e do Império Russo durante seus anos finais.


Referências e Outras Fontes

1. Ruth Bedevian. “Ascent to Wealth and Philanthropy of Alexander Mantashev”, Armenian News Network / Groong, October 8, 2012
2. Alexander Mantashev. Nshan Abasyan/Shoghakat TV. 8 min. (in Armenian)
3.Wikipedia: “Alexander Mantashev


Artigo Original

Манташев

Legenda da Imagem

Alexander Mantashev (1842-1911)


Atribuição e Fonte

[Public domain], via Wikimedia Commons


Fatos Recentes