Fato Nº 77

Existem ao menos três nomes armênios nos créditos de O Senhor dos Anéis

Músicas e performances armênias não se restringem apenas à músicas de igreja ou danças folclóricas. Longe disso. Além de uma cena vibrante cultura pop na Armênia em si, a diáspora tem dado origem a mais do que um grande nome no campo do entretenimento, ao lado de uma série de idas e vindas.

Certamente, entre os armênio-americanos, no mínimo, Cher fica perto do topo da lista de celebridades comunidade, conhecida também pelos seus esforços na Armênia após o terremoto de 1988. É claro que, hoje em dia, a família Kardashian – independentemente da controvérsia – é muitas vezes uma outra face pública da comunidade armênia nos Estados Unidos. As irmãs Kardashian estão indo para o país de descendência em abril – notícia recebida com algum alarde. Os americanos mais velhos se lembrariam de Mike Connors (Krekor Ohanian), que interpretou “Mannix” na TV nos anos 1960 e 70, por volta da mesma época em que David Seville (Ross Bagdasarian) fez o seu nome, como o criador de Alvin e os Esquilos, entre outras coisas. Um dos primeiros armênios vencedores do Oscar era seu primo, ninguém menos que William Saroyan, que escreveu A Comédia Humana em 1944. Mais no início ainda existia a figura clássica de Hollywood Rouben Mamoulian, originário de Tiflis no Império Russo (Tbilisi, capital da Geórgia hoje), famoso por dirigir obras como Dr. Jekyll e Mr. Hyde, em 1931.

Voltando aos nossos próprios tempos, o trabalho de Katherine Sarafian nos bastidores de animações lhe rendeu tanto Oscars quanto Globos de Ouro, enquanto que nas telonas, Eric Bogosian, Ken Davitian, Andrea Martin (Papazian), e a estrela em ascensão Angela Sarafyan são nomes que chamam a atenção e definitivamente também a sua herança armênia. O mesmo acontece com Raffi, o cantor infantil bem conhecido armênio-canadense, e também o duo cinematográfico de Atom Egoyan e Arsinée Khanjian, também do Canadá. Não há necessidade de falar muito sobre o System of a Down – que está se preparando para uma turnê mundial que culminará em Yerevan no dia 24 de abril – nem Sebu Simonian de Capital Cities

Do outro lado do Atlântico, Charles Aznavour é indiscutivelmente o armênio com maior status de celebridade no Continente, sendo chamado de Frank Sinatra da França – se não de um monte de outros lugares da Europa. Ele também começou seu noivado com a Armênia como resultado do devastador terremoto de 1988 e continuou seu trabalho com o país desde então, sendo elevado à categoria de Embaixador da República da Armênia na Suíça, em 2009. A diáspora armênia na França também possui figuras como Robert Guédiguian, um diretor famoso, assim como Simon Abkarian, um célebre ator que estrelou, entre outros lugares, em filmes de Guédiguian e também por Egoyan. (Simon Abkarian e Angela Sarafyan estão programados para estrelar 1915, que será lançado em abril). A cantora Sylvie Vartan também é de ascendência armênia (assim como seu sobrinho, o ator americano Michael Vartan). A Arménia em si não está atrás da Diáspora quando se trata de ser destaque em telas grandes ou pequenas, como por exemplo sua participação no Concurso Eurovision da Canção desde 2006 – um enorme palco para um público de toda a Europa. Enquanto isso, o comediante britânico-armênio Kev Orkian tem bastantes seguidores no YouTube, e Garik Martirosyan é bem conhecido como um comediante e apresentador de TV na Rússia e na Armênia.

É claro que na antiga União Soviética existe uma longa lista de atores célebres armênios, músicos e diretores, como Armen Jigarkhanyan, Sergey Parajanov, e Gohar Gasparyan, este último conhecido por seu trabalho na ópera. A soprano armênio-americana mais conhecida do século XX, entretanto, é Lucine Amara (Armaganian). Estrelas da ópera modernas incluem Hasmik Papian, em Viena, e também Isabel Bayrakdarian, que vive em Toronto, cuja voz pode ser ouvida durante o blockbuster de O Senhor dos Anéis. Essa franquia também é estrelada por Andy Serkis como Gollum, e seus efeitos especiais inclui obras de Fugitive Studios, de Roger Kupelian, baseado na área de Los Angeles.

A lista de nomes é apenas uma pequeníssima amostra do talento armênio – e nenhuma menção foi feita das estrelas na Armênia hoje, nem de Hayko Cepkin na Turquia (foto), Tulip Joshi em Bollywood, Aracy Balabanian, a atriz de telenovela brasileira, Jano Toussounian, que estrelou na TV australiana, o holandês-armênio-americano artista de hip-hop R-Mean do Open Wounds, Pierre Chammassian, ator e comediante libanês, e muitos mais.


Referências e Outras Fontes

1. Wikipedia: “Lists of Armenians
2. Wikipedia: “List of Armenian film directors
3. Wikipedia: “List of Armenian actors
4. 1915: The Movie
5. Ken Baker, Natalie Finn. “Kim, Khloé and Kourtney Kardashian Making First-Ever Visit to Armenia: Get the Details!”, E! Online, January 12, 2015


Artigo Original

100y100f_077_ArmeniansinEntertainment

Legenda da Imagem

Estrela do rock turco-armênia, Hayko Cepkin


Atribuição e Fonte

Por Maneki Neko (Own work) [CC-BY-SA-3.0], via Wikimedia Commons


Fatos Recentes