Fato Nº 6

O antigo calendário armênio tinha trinta dias nomeados para cada mês do ano.

Quem precisa de meros números para marcar a passagem do tempo? A repetição dos nomes dos dias da semana não fica chata depois de um tempo? O antigo calendário armênio tinha nomes para tudo – horas, dias e meses.

Enquanto o formato trinta-dias-por-mês e doze-meses-por-ano usado pelos antigos armênios possa até soar familiar, um cálculo rápido revela que isso equivale a 360 dias no total. O período extra, cinco ou seis dias, era o mês de “avelyats” – “os extras”. Com exceção de um ou dois meses numerados, os outros meses eram nomeados segundo deuses, tais como a divindade do fogo – “Ahekan” – ou considerações práticas como a colheita – “Kaghots”.

Os nomes dos dias, entretanto, eram formados de antigos deuses, heróis, ou objetos naturais. Eles incluíam “Areg” e “Astghik”, que se referem ao sol e Vênus, respectivamente, e “Masis” e “Aragats”, ambos ainda nomes de montanhas em torno da Armênia. Nomes de horas eram fenômenos naturais como, a grosso modo, “Amanhecer” (“Arshaluys”) ou “Crepúsculo” (“Mtatsyal”, literalmente: “às escuras”), ou “Cantar do galo” (“Havakhos”, literalmente “chamado do pássaro”).

Por volta do ano 552 dC, ocorreu uma reforma do calendário, com a introdução do que é chamado de Era Armênia. Este sistema de numeração é ainda citado no contexto da igreja. O ano de 2014 dC, por exemplo, seria 1461 na era armênia. Contando-se a partir de 552, seria 1462 na verdade – mas quando exatamente o ano muda depende do sistema de calendário que você está usando: isso não acontece no primeiro dia de janeiro em todos os casos.

Com o tempo, os armênios passaram a adotar a semana de sete dias e os nomes dos doze meses familiares para nós hoje. Os dias foram, no passado, nomes dos planetas ou deuses como eles são em Inglês (por exemplo, “Sunday” ou “Monday” são nomeados segundo os objetos celestes, o sol, sun, e a lua, moon).

Mas a língua armênia moderna usa números para a maioria dos dias da semana. Segunda-feira é “o segundo da semana” (“Yerkoushapti”, ou “Yergoushapti” em armênio da pronúncia ocidental). Por que começar a semana de trabalho moderno no segundo dia? Porque é domingo que as coisas devem começar em primeiro lugar. Pelo menos essa é a tradição cristã. O nome desse dia em armênio significa “O Dia do Senhor” – “Kiraki” ou “Giragi” no oriental ou ocidental armênio (da palavra grega para “Senhor”).


Referências e Outras Fontes

1. Raham Asha. “Armenian Calendar (Tōmar Hayocʿ)”
2.Grigor Broutian. “The Armenian Calendar”, Hye Etch, November 16, 2001
3. “Ancient Armenian Calendar”
4. Wikipedia: “Armenian calendar”


Artigo Original

100y100f_006_Calendar

Legenda da Imagem

Um panorama de Karahunj, um local antigo na Armênia moderna, que é considerado por alguns como sendo os restos de um observatório astronômico – quem sabe como a passagem do tempo foi calculada ou o quais calendários foram concebidos aqui?


Atribuição e Fonte

Por Shaun Dunphy from Lindfield, United Kingdom (Karahunj – standing stones Uploaded by russavia) [CC-BY-SA-2.0], via Wikimedia Commons.


Fatos Recentes

…e o povo armênio continua a lembrar e pedir justiça

Fato Nº 100

…e o povo armênio continua a lembrar e pedir justiça

…enquanto minorias na Turquia são frequentemente limitadas em suas expressões por políticas de Estado…

Fato Nº 99

...enquanto minorias na Turquia são frequentemente limitadas...

O teleférico mais longo do mundo foi inaugurado na Armênia em 2010

Fato Nº 97

O teleférico mais longo do mundo foi inaugurado na Armênia em 2010